FANDOM


O Hino dos Ancestrais é um texto milenar que descreve como surgiram os primeiros seres mortais. No texto, há referências à Maunir, que significa algo como "todos e um só", significando o conjunto dos Ancestrais.


Mil cabeças tem Hakim, mil olhos, mil pés.
Por toda parte impregnando o universo, ele moveu suas mãos
e moveu as terras e oceanos.

Da terra brotou Maunir; e novamente de Maunir nasceu Maunir.
Assim que nasceu, espalhou-se para oriente e ocidente sobre a terra
de olhos fechados, vivos e sem vida.

Aakan, o poderoso Aakan,
Filho e mão direita do Trimurth,
Aakan, o imortal Aakan, olhou Maunir e apiedou-se.

 Eergua-se Maunir, Aakan ordena.
E Maunir ergue-se da terra.
 Caminhe Maunir, Aakan ordena.
E Maunir caminha pelos vales.
 Nade Maunir, Aakan ordena.
E Maunir atravessa os mares.

Quando Maunir se cansa de caminhar e de nadar e de ser,
Aakan apieda-se.
 Seu óleo foi a primavera; a dádiva santa foi o outono; o verão
foi a madeira.
 Terás teu inverno, Maunir, oferenda a Jiwha, a mãe de todos.
E Maunir recebe a morte.

Quando os Deuses adotam Maunir e fazem os povos
e os animais e as florestas
e Hakim está feliz
Aakan implora: - Não, Irmãos, chega a hora de Maunir.

Quando Maunir olha para os Deuses e dobra seus joelhos
E os Deuses tocam a face de Maunir
E Hakim está feliz
Aakan implora: - Não, Irmãos, chega  hora de Maunir.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória