FANDOM


O Martírio de Kecil é o nome comumente usado para designar o confronto entre Kecil e Naga, os dois Makhlur que haviam descido à Dunia durante o Primeiro Pacto. Grande parte do qe hoje se sabe sobre essa batalha deve-se aos escritos de Thorgrim Martelo de Sangue, o fundador da Ordem do Coração de Fogo.

HistóriaEditar

O Primeiro Pacto havia instituído a não-interferência dos Makhlur nos assuntos mortais, iniciando o período conhecido como Sono dos Deuses. Durante essa fase, os Raksis, liderados pelo Imperador Keutir, resolveram fazer uma limpeza étnica em Iaur, eliminando as demais raças (a quem chamavam impuros). Estavam prestes a acabar com os Anões quando Kecil, preocupado com o destino de seus filhos, resolve tornar-se mortal para guiar as últimas famílias anãs ao continente de Kodrath, onde estariam a salvo.

Naga, que havia assistido em silêncio à morte de vários de seus filhos (entre eles as gloriosas raças dos Tokeks e dos Draconatos), ofende-se com a interveção de Kecil. Depois de ouvir dos demais Makhlur que o Primeiro Pacto não poderia ser quebrado, Naga rebela-se e atravessa o Tecido ainda como Makhlur, quebrando o Primeiro Pacto. Assumiu a forma de uma gigantesca fera com asas, o Primeiro Dragão, gerando um exécito dessas bestas para acompanhá-lo. Rapidamente, o Império Raksi é derrotado e Keutir acaba devorado pelo próprio Naga.

Apesar de alcançar sua vingança, a ira do Deus-Dragão torna-se ainda mais intensa. Alguns estudiosos atribuem seu descontrole a Iblor, especulando que o Mal havia tomado conta de Keutir quando este havia tornado-se imperador Raksi e, portanto, quando Naga o devorou, a essência de Iblor tomou conta do Deus-Dragão.

Naga inicia um novo período de terror em Iaur, o Domínio das Escamas, escravizando e matando outras raças. Decidiu então partir em busca de Kecil, a quem passara a odiar, para estender seu poder até Kodrath. Mas, antes que os dragões partissem para Kodrath, Kecil desafiou Naga para um combate singular.

A BatalhaEditar

A batalha entre Naga e Kecil ocorreu em teritório desconhecido (possivelmente no atual Reino das Dunas, de acordo com estudos sobre os escritos de Thorgrim). Apesar de Kecil ter perdido grande parte de seu poder ao tornar-se mortal, a batalha foi bastante equiparada, estendendo-se ininterruptamente por cem dias e cem noites. Ao final do confronto, Kecil não suportou as chamas de Naga, morrendo (segundo Thorgrim, seu coração explodiu em milhares de fragmentos do cristal onde guardava sua centelha divina). Muito ferido, Naga convoca seu séquito de Dragões para auxiliá-lo a exterminar todos os seres vivos de Kodrath.

Para evitar tal catástrofe e o provável fim da vida em Dunia, os demais Makhlur veem-se obrigados a encerrar o Primeiro Pacto e intervir. Para destruir os milhares de Dragões que haviam se plorifelado em Iaur, resolvem afundar o continente no oceano, confinando os poucos Draões sobreviventes nas Terras Ermas. Naga ainda tentou enfrentá-los mas, exaurido, foi aprisionado e lançado no Abismo sem Fundo.

ConsequênciasEditar

O Martírio de Kecil tem fundamental importância na história de Dunia. Foi o confronto que fez com que o Primeiro Pacto fosse quebrado e o Supremo Pacto celebrado, levando os Makhlur a deixarem o plano material para sempre. De certa forma, o Martírio também levou ao surgimento dos Jinaigur e da Eterna Batalha.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória