FANDOM


Raksi.jpg

Mago Raksi

Os Raksis foram uma lendária raça que habitou a ilha de Aklaut. Foram extintos pelos Dragões durante o Domínio das Escamas, na Era dos Massacres. Diz-se que foram moldados por Angkatan, mas não há qualquer fonte oficial que comprove tal informação.

AparênciaEditar

Os Raksis eram muito altos e esguios, com indivíduos chegando a quase 3 metros de altura. Tinham a pele amarelada e não possuíam cabelos, barbas ou pêlos no corpo. Apesar de altos e fortes, eram tão ou mais ágeis que os Elfos. Na maior parte das ilustrações (feitas milênios depois de sua extinção) aparecem com túnicas ou longas vestes, mas não é sabido se era costume vestirem-se desse modo ou se assim foram retratados por sua proximidade com a magia arcana. Reza a lenda que os Raksis possíam a cavidade ocular vazia, mas também não existem indícios de que seja verdade.

OrigensEditar

Dz-se que Angkatan, muito antes de unir-se a Aakan em sua Revolta , resolveu criar uma raça capaz de governar Dunia, moldando  os Ancestrais de tal forma que fosse possível unir força física à inteligência. Os demais Makhlur, vendo que as crias de Angkatan romperiam o equilíbrio entre os povos, pediram que os Raksis ficassem restritos à ilha de Aklaut. Angkatan assim o fez, mas com grande desgosto (alguns autores afirmam que vem daí o rancor que o levou a unir-se a Aakan).

Isolados, os Raksis desenvolveram-se rapidamente. Construíram cidades e desenvolveram a agricultura de forma pungente, destacando-se também nas ciências e nas artes. Com o tempo, aprenderam a navegar, passando a visitar Iaur e a travar contato com os outros povos. Desenvolveram rotas comerciais e relacionavam-se relativamente bem com as outras raças, ainda que possuíssem uma inata noção de superioridade.

O ImpérioEditar

Os Raksis desenvolveram uma forma de governo bastante peculiar: um grupo de duzentos anciãos escolhia um governante, que exercia seu mandato por dez anos. Ao final do prazo, os mesmos anciãos decidiam se o resultado de seu governo havia sido positivo ou negativo (no segundo caso, o ex-governante passaria o resto de sua vida em uma cela escura).

Tal sistema perdurou até Keutir, um jovem e brilhante estudioso, ser escolhido como governante pelo conselho dos anciãos. Keutir revelou ser capaz de romper o Tecido através do estudo arcano, conjurando um poder que nenhum mortal jamais experimentara. À época, vivia-se o Sono dos Deuses, consequência do Primeiro Pacto, e os Makhlur a princípio não deram importância ao fato.

Keutir criou diversas academias de magia arcana, incentivando  população a abandonar ciências, ofícios e profissões para dedicarem-se ao novo campo de estudos. Temerosos, os anciãos tentaram destituí-lo antes do prazo de dez anos, mas foram acusados de alta traição e executados, com total apoio do povo Raksi. Keutir coroou-se Imperador e prometeu tempos de glória para seu povo.

A LimpezaEditar

Os Raksis sempre se consideram superiores às outras raças de Iaur, a quem chamavam Terbkang (no Idioma Ancestral: subdesenvolvidos). Contudo, foi com o advento do Império que a ideia de limpeza étnica começou a crescer. Repetidamente, Keutir dizia que os Raksis eram a verdadeira evolução dos Ancestrais, pois Angkatan teria conservado a pureza do dom da vida concedido por Aakan. A ideologia oficial passou a sustentar que era a missão do Império "limpar" Iaur - e mais tarde toda Dunia - dos povos que atrapalhavam o desenvolvimento.

Assim, os Raksis começaram a se envolver em batalhas de conquista, expandindo seus territórios. As raças mais fracas e submissas eram escravizadas, as demais eram completamente extintas. Com um exército poderoso e bem preparado, além de contarem com o poder da magia, os Raksis passaram a ter grandes vitórias, sendo capazes de derrotar (e extinguir) até mesmo os gloriosos Altos Elfos.

A Grande BasfêmiaEditar

Ver artigo principal: Grande Basfêmial

Envolvidos em diversas guerras ao mesmo tempo, os Raksis precisavam de mais tropas. Com uma população limitada, tentaram usar escravos na infantaria, mas a estratégia não deu certo. Então, nas masmorras das academias arcanas, Keutir e os altos estudiosos começam a desenvolver uma forma de transformar as raças que haviam escravizado, fazendo-os perder sua identidade e transformando-os em montros. Chamado de A Grande Blasfêmia, o método Raksi moldava as raças e criava novas e terríveis espécies sob seu comando, para lhe servirem em batalha.

A Guerra dos Quatro Grandes e o ApogeuEditar

Keutir já governava há mais de dois mil anos quando os Draconatos, os Kruccis, os Anões e os Tokeks uniram-se no grupo conhecido como Os Quatro Grandes. Os Draconatos haviam recebido o Dom de Naga, sendo capazes de romper o Tecido e conjurar feitiços, ainda que de forma bem menos efetiva que os magos Raksis; os Kruccis possuíam a segunda maior frota naval de Iaur; os Anões eram os melhores guerreiros em um campo de batalha; e os Tokeks eram o povo mais numeroso do continente. A união dos quatro pareceu dar certo no começo, quando o Império Raksi viu-se obrigado a recuar. No entanto, as crias monstruosas dos Raksis foram soltas contra os quatro exércitos na Batalha dos Monstros, resultando em um massacre jamais visto. O Império tomou a ofensiva e exterminou Kruccis, Tokeks e Draconatos. O Anões conseguiram sobreviver apenas graças à intervenção de Kecil, que levou-os a Kodrath, do outro lado do Mar Revolto, sendo seguidos por um batalhão de monstros enviados pelos Raksis.

ExtinçãoEditar

Quando Naga desceu dos céus para vingar seus filhos, com seus Dragões cuspindo fogo, os Raksis ainda tentaram resistir, mas cedo descobriram que seria em vão. O Império rapidamente sucumbiu ante o poderio do Deus-Dragão, e nem mesmo o terrível exército das Bestas Blafemas foi capaz de fazer frente aos gigantescos répteis alados.

Em questão de meses os Raksis tiveram o mesmo fim de muitas de suas vítimas, sendo sumariamente exterminados. Keutir, o grande imperador, foi devorado pelo próprio Naga na grande sacada de seu palácio. Começava o Domínio das Escamas e encerrava-se um período de exatos três mil e cem anos de poderio Raksi.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória